terça-feira, março 11, 2008

A alforreca - parte V


Não tarda muito a abeirar-se do paiz onde vivem os macacos; por felicidade, além está, um lindo mono, num ramo.


- Bons dias senhor macaco. Eu venho aqui expressamente falar-lhe d'um paiz longinquo, muito mais bello do que o seu, situado além das ondas. Alli não há estações. É a terra da amenidade do clima; alli constantemente amadurecem aveludados fructos saborosos nas copas das árvores repolhudas.


O macaco achou gracioso isso de ver novos paizes.


- Ao largo amiga!

5 comentários:

Fenrisar disse...

See Here or Here

Joana Andrade e Sousa Lamas disse...

Margarida, nem estou a acreditar nesta história! Há mil anos nós víamos uns desenhos animados e um dos episódios era exactamente sobre esta história. Mas não era com dragões e sim com crocodilos, e também não me lembro de haver alforrecas, mas havia certamente figados de macacos que iriam salvar a rainha!!

margarida disse...

pois é tambem tenho essa ideia....
Era para aí as histórias do panda TAU-TAU!!!!

Joana Andrade e Sousa Lamas disse...

Sim, era o Panda!! Mas que graça, devo ter isso gravado numa cassete qualquer por aí...

QUÍMICA disse...

Parabéns Margarida pelo seu trabalho! Você tem um dom muito lindo!
Amei seus desenhos!